Guia para iniciantes de Diablo Parte 2

Voltando com o Guia para iniciantes de Diablo parte 2.

No guia para iniciantes de Diablo parte 2, falaremos sobre os itens, armaduras, joalherias e armas.

Falaremos em como escolher o melhor item para sua jornada por Santuário.

É um tópico muito relevante e por enquanto daremos dicas e conceitos básicos pra vocês.

Relembrando os conceitos estipulados na primeira parte, para você que acabou de comprar o jogo, ou se não tem ajuda de ninguém para entender o que está acontecendo e começou como recomendado no modo campanha (preferencialmente na temporada), certo?

Começando o Guia para iniciantes de Diablo Parte 2

Então, se você nos seguiu até o guia para iniciantes de Diablo parte 2 e está no ato I, perto de Nova Tristram e está matando seus primeiros zumbizinhos com a sua clava (ou qualquer pseudo-arma) que tenha no começo.

Não deixe de ler os diálogos com o Runford e a Léa (a historia é legal viu!).Enfim, já está procurando a estrela cadente e matando mães-malditas por aí, e os itens estão começando a cair (legal vamos equipa-los!).

Mas como faço isso? Simples aperte a tecla “i” para abrir seu inventário ache o item que você quer equipar e clique com o botão direito.

inventario

Fácil não? Espera… tem dois itens iguais no meu inventário… oh meu deus, bug na matrix!

O que eu faço? Calma, que isso vai acontecer com frequência e por isso vamos ensinar a escolher sempre o melhor item a ser equipado.

Outra coisa importante que você vê quando abre seu inventario, são seus atributos, como força, destreza, inteligência e vitalidade.

Além disso, vemos um pouco abaixo o seu Dano e a sua Robustez.

Dependendo da sua classe, deverá focar em um determinado atributo, assim seu dano aumentará.

Bárbaros e Cruzados usam a força como atributo principal, Monges e Caçadores de Demônios usam a destreza, Feiticeiros, Arcanistas e Necromantes usam a inteligência.

Sempre que aumenta o seu atributo principal, também aumenta o seu dano.

Todo item no Diablo possui um ou mais atributos que irão modificar, seja para mais ou para menos, alguma característica do seu personagem, por exemplo a sua vida total ou seu atributo primário/secundário.

Esses itens são divididos em Armaduras, Joalheria e Armas.

barraca-de-feira

Além disso qualquer item pode ser Normal (branco), Magico (azul), Raro (amarelo), Lendário (laranja) ou de Conjunto (verde).

Lendários e itens de Conjunto são os melhores, pois lhe garantem algum tipo de bonificação quando estão equipados, mas são mais difíceis de achar.

Todos os itens de Armadura mostram um número grande em destaque, que nada mais é do que a quantidade de armadura que aquele item tem.

É aí que muitos novatos começam a se embananar no Diablo, pois acham que aquele é o único valor a se considerar na hora de decidir qual item é melhor.

Acredite, dentre todos os aspectos a serem considerados na hora de avaliar um item de Armadura, o valor mais destacado, normalmente é o menos importante na hora de ser avaliado.

Você precisa ficar atento com os outros atributos que estão naquele item.

Na imagem temos um exemplo de uma calça, nela você pode ver que são dois items, o que está equipado está escrito equipado na parte superior, e o outro está no seu inventario.

comparando-itens

Veja que um possui 38 de armadura e o outro possui 35, mas o mais relevante está destacado no quadradinho.

O jogo te ajuda nesse aspecto, ele já compara pra você o que a troca de um item pelo outro irá mudar no seu personagem.

No caso, na troca dos itens, ele diz que você vai ganhar +1,2 de dano.

Isso, porque a calça que está equipada tem um atributo de +6 de vida, enquanto a outra calça tem +6 de destreza.

Assim, você perderá um pouco de vida e ganhará um pouco de dano.

Nesse caso, por exemplo, eu recomendaria a troca.

Para facilitar sua vida e não fazer muita confusão siga uma dica simples, procure itens que tenham +vida e +atributo primário da sua classe, exemplo se você estiver jogando de Bárbaro procure itens com +vida e +força, assim você está sempre incrementando sua vida e seu dano.

Essa dica lhe dará tranquilidade para que você jogue até o nível 60, a partir daí muda um pouco a filosofia de items e discutiremos isso em uma outra parte do guia, pois se trata de conceitos um pouco mais avançados, lembrando que essa dica vale para itens de Armadura.

Os itens de Joalheria são compostos por dois anéis e um amuleto, e eles também podem se beneficiar da mesma dica, quanto mais vida e mais atributo primário da sua classe (força, destreza ou inteligencia) melhor, lembrando que isso vale até o nível 60.

É importante que você tenha muita atenção ao comprar os anéis, porque o jogo mostra o comprativo sempre entre o anel que está equipado a esquerda do seu personagem, se você quiser compara-lo com o que está equipado na direita segure a tecla ALT.

Por último temos as Armas.

besta-mao

Quando você analisa uma arma o número mais destacado é o que chamamos de Dano por Segundo, ou DPS da arma.

Sendo assim, geralmente quanto maior o DPS melhor a arma é.

Aqui sim faz sentido você comprar os itens pelo número mais destacado, mas mesmo assim não é a única coisa que você deverá levar em consideração.

Porque Armas também podem ter vitalidade e atributo primário, sendo assim fique atento ao contexto.

Exemplificando, quando você pegar uma espada nova e ver que ela tem um DPS parecido com a sua, tipo 100 contra 108, mas a sua tem +10 de Força para seu Barbaro e a outra não, a sua ainda é melhor que a que você está comparando.

Na dúvida, lembre-se de sempre checar seu Dano, aquele que você pode ver quando abre seu inventário.

É óbvio que quanto maior, melhor, e o que vai incrementar isso, são o atributo primário que você acumula nas suas peças de armadura e o DPS da sua arma.

E como tem armas no jogo!

Aproveite essa parte para testar todas, temos espadas, maças, machados, adagas, arcos, bestas, varinhas, cajados, armas especificas de cada classe, como armas de punho, besta de mão, daibos, arma potente, mangual e muitas podem ser de uma ou de duas mãos.

armas-diablo

Você pode equipar uma espada de duas mãos ou duas espadas de uma mão, faça esse tipo de experiência para você perceber como isso afeta sua jogabilidade.

As vezes, as espadas de duas mãos aumentam seu dano, mas são mais lentas, experimente para ver se você se adapta.

O foco deste Guia para iniciantes de Diablo Parte 2, é que você desfrute da experiência de estar jogando pela primeira vez, a ideia é simplificar alguns conceitos para que você possa passar a maior parte do tempo, “brincando” de ver habilidades novas, armas diferentes e ir imaginando as possibilidades.

Se você está aqui, mas já passou por essa etapa, tenha paciência que vamos chegar aos conceitos de end-game, onde você poderá jogar nos níveis de dificuldade mais elevados como Suplicio VI.

Aos poucos, vamos construindo a informação, para que seja mais simples explicar isso mais à frente.

Curtiram o guia para iniciantes de Diablo parte 2?

Confira nossos guias para iniciantes acessando AQUI.

Até a Próxima!

Matéria Escrita por: Marco Lúcio
Canal do Twitter: @marcolucio84

About The Author

Carioca, Botafoguense, Diableira, eterna estudante em Administração. Aprendiz de Alemão e ociosa nas horas vagas. Participo da equipe Coja Gamer desde janeiro de 2013 e integrei a equipe de MVP 2.0 do fórum oficial de Diablo, de julho de 2015 até março de 2018. Perambulo pelo twitter e instagram como @makotonaveia

Related Posts